Espectáculos em duo
Espectáculos é a forma popular de dizer ''performances''

Eventos multi-artísticos estruturados mas sempre imprevisíveis: o momento é que manda e o maestro acaba por ser o público.

As parcerias com outros artistas enriquecem o resultado poético e aumentam a parada quanto ao que pode acontecer: tudo. 

ESPECTÁCULOS EM DUO 

Formado por Paulo Condessa e Nuno Moura, o duo nasceu em 1998, depois de fazer uma pergunta: mas afinal o que é isso de ler bem? Quem manda nisso, quem decide o que é ler bem? Decidiram experimentar sem preconceitos, com muitas horas, muitos jogos, muitos exercícios muito mal ou muito bem feitos. Já tinham sido colegas de natação, em tempos que já lá vão, e de novos se atiraram para a piscina, desta vez para fora de pé. Ler com as mãos e as pernas e as vocais abertas em vogais e consoantes. Consoante corria bem ou mal percorreram Portugal, menos mal. Um dia irão a Espanha, se tiveres gente e unhas para a façanha. 

 

duração: 20/60 min. (conforme objectivos  

público: consoante o tema

clique aqui para ver mais

Formado por Paulo Condessa e Afonso Azevedo, o duo nasceu em 2009, do sonho declamador frustado por não ser cantos. PC queria pisar um palco com uma guitarra a tiracolo e num golpe de génio, chamou AA, guitarrista encartado. Formaram uma banda de histórias semiencantadas-semi-cantadas onde PC pode fingir que sabe tocar e, por breves momentos, cantar. Originalmente denominada ui tu tu (também conhecida por U2.2), um upgrade dos originais mais fraquinhos dos U2, a banda decidiu mudar de filosofia e subscrever a astrologia. A discrepância de um ser gémeos e outro peixes veio à tona e depois foi o que se sabe. E pronto, eis a fantástica encarnação do conceito Blues-Rock & Histórias da Carochinha. 

clique aqui para ver mais