COPO
Poesia de entretenimento científico

Em duo com o poeta Nuno Moura.

Duas bocas, quatro braços e outra tantas pernas, a dizer poemas em coro sincronizado. 

Somos quiçá malucos mas somos originais. Do Rap ao Recital, do Stand up comedy aos Jograis. Do clássico ao contemporâneo, do conservador ao irreverente, em tom sério, boémio, contido ou contente. Gostamos do som e do sentido, do gesto e o ruído e até de pessoas sem ouvido. O resto é conversa e, mais abaixo ou mais acima, o coração bate e a coisa rima. 

duração: entre 20 a 60 min., conforme objectivos

público: varia consoante o tema

 

 

Espectáculos do COPO:

Selecção Nacional da Poesia (Glórias antigas e jovens promessas)

Os Virgens Negras (Mário Cesariny)

Adília Adora Donuts (Adília Lopes)

Ó Neill, Tás Bué Baril? (Alexandre O’Neill)

Ary Dois Santos (Ary dos Santos)

Dois Ursos (Histórias para crianças)

Revolição Histério Fónica (Poemas de canções)

Rilke Shake (Anjélica Freitas)

O Púbis do Porto (Jorge Sousa Braga)

O Amor é Lindo (só poemas de Amor)

Os Garfunkels (poemas com excertos cantados)

Salada de Trutas (mix de autores e temas)

 

OUTRO ESPECTÁCULO EM DUO