os códigos arcaicos (relatos da rendição)

6.00

Budapala é o nome de um autor e uma chancela que criei para trovar um mundo que não consigo abarcar com a razão, nem acredito que seja abarcável. É uma poesia de rendição perante o colosso do absoluto. Cósmica, filosófica, meditativa, curiosa, mística, ingénua, perplexa. Serve para ganhar o espaço e o silêncio que o paradoxo das palavras possa abrir.

Em 2016 e 2017 passei largos momentos sentado em frente de mim e assisti a um filme interior difícil de descrever e compreender. À medida que me dirigia do particular para o absoluto, ia-me apercebendo de que a linguagem de que dispunha (palavras, gestos, pensamentos, emoções) se ia tornando rarefeita, desadequada, obsoleta. E que mesmo assim precisava de palavras conhecidas para tentar dar conta dessa experiência, de alguma ínvia maneira. Aos relatos dessa caminhada de rendição a algo muito maior do que eu, que não domino nem compreendo, chamei Relatos da Rendição – três livrinhos que se chamam – os animais inclinam-se; as bíblias subterrâneas; os códigos arcaicos. Uma sequência que lembra uma espécie de introdução, desenvolvimento e conclusão.

Categoria:

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “os códigos arcaicos (relatos da rendição)”

O seu endereço de email não será publicado.